Não deixe escapar nenhum cliente….

Não deixe escapar nenhum cliente….

Segundo uma pesquisa da Pew, cerca de dois terços da população norte americana têm um smartphone. A pesquisa revela também que (quase) todos os utilizadores de smartphones verificam o seu dispositivo mesmo quando este não toca. De acordo com a revista TIME, os americanos verificam os seus smartphones 8 biliões de vezes por dia. É esta dependência com os smartphones – e as marcas sabem que os seus clientes fazem-se sempre acompanhar dos seus smartphones – que tem motivado a migração dos programas de fidelização para os dispositivos móveis.

Com clientes cada vez mais bem informados e uma concorrência  cada vez mais feroz,  as empresas só conseguem fidelizar, se tiverem capacidade de surpreender o cliente. E isso consegue-se com uma permanente inovação. Os interesses do consumidor, são cada vez mais refinados e os estratégias de fidelização não são imunes a esta tendência. As estratégias de fidelização que têm sido mais utilizadas pelas empresas são, os chamados “cartões de cliente”.  

O que tem acontecido é que o cliente recebe os cartões de cliente físicos, que entretanto vai acumulando na sua carteira, chega à loja e lhe perguntam se tem cartão de cliente – ou não o tem consigo ou, na maior parte das vezes, já o perdeu e não sabe onde está. Estas situações resultam numa enorme diminuição da adesão aos programas de fidelização, acabando por não acrescentar nenhum valor ao consumidor.

A crescente utilização de smartphones traz, assim,  vantagens para as empresas, mas também para o consumidor. Por um lado, os clientes nunca se esquecem ou nunca perdem o “cartão”; já as marcas têm acesso a todo um novo leque de funcionalidades, por exemplo,  quando os seus clientes estão perto das suas lojas, podem oferecer-lhes um conjunto de incentivos de que o consumidor pode vir a beneficiar.

 

Loyalty 3.0: menos custo e mais eficiência

Loyalty 3.0 é a evolução dos programas de fidelização tradicionais, para uma nova fase, de que fazem parte, entre outro,  a chamada “Gamification” (Gamificação em português). A estratégia Loyalty 3.0 resulta na vantajosa relação qualidade-preço. A implementação de um programa de fidelização 3.0 traz várias vantagens para a marca, que tem como objetivo último, melhorar os resultados do seu negócio.  A nova versão Loyalty permite a gestão da relação do cliente com a marca com menos custos, uma vez que dá como incentivos premiações não monetárias.  

Gamificação: O que é e como funciona

Segundo Gartner, Gamificação significa o “uso de mecânicas de jogos e uma experiência de design para envolver digitalmente e motivar as pessoas a atingir objetivos”. As empresas aproveitam as ferramentas utilizadas nos jogos (games) para fomentar o envolvimento dos clientes e, assim, alavancarem o resultado dos seus negócios.  Com este conceito, o envolvimento dos clientes com a marca pode ser feito através da participação em questionários ou quizzes. Mas o consumidor não é inocente e as marcas têm que dar recompensas para estimular a sua  participação.

Porém, as empresas têm muito a ganhar com este sistema:  aumentam o conhecimento sobre o seu Target; fomentam a interação do Target com a marca; acionam comportamentos desejados para atingir as metas das empresas, isto de forma intuitiva, dinâmica e envolvente.

Prevê-se que a gamificação, sendo uma tendência emergente, seja, em breve, uma realidade que vai estar presente em muitos setores de actividade. A Beaconers já tem pré-instalado funcionalidades que permitem, a implementação desse tipo de estratégias.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *